Bitcoin: A criptomoeda que iniciou tudo

Uma criptomoeda ou uma plataforma blockchain? Aqui esclarecemos suas dúvidas sobre o bitcoin.
Bitcoin Criptomoeda CryptoConexión

A economia mundial, com o surgimento de uma moeda virtual, começou a mudar para sempre.



Aqui estão os principais dados que você deve saber sobre o bitcoin e sua tecnologia blockchain:

  • Foi criado em 2008, com a publicação de seu White Paper.
  • A primeira transação com bitcoins foi realizada em maio de 2010 com a compra de 2 pizzas.
  • A blockchain do bitcoin também é chamada de Bitcoin (com «B» maiúsculo).
  • O protocolo de consenso que utiliza é PoW (Proof of work – Prova de trabalho).
  • O consumo de energia realizado pela mineração é muito elevado.
  • Sua aplicação fundamental é o recebimento e realização de pagamentos.

A criptomoeda bitcoin

Bitcoin (com inicial minúscula) é uma moeda virtual, na verdade, a primeira criptomoeda, que pode ser usada para a troca de bens e serviços. Atualmente, o bitcoin é considerado a criptomoeda mais valiosa, a mais utilizada como dinheiro digital e a mais conhecida. Como muitas outras criptomoedas, não é controlado por nenhum governo ou órgão regulador, um fato que gerou tanto defensores como críticos.

O ticker é BTC (o mais usado) ou XBT.

A criptomoeda foi criada por Satoshi Nakamoto (pseudônimo usado por uma pessoa ou grupo de pessoas; a identidade real do inventor ou inventores é desconhecida). A base de seu desenvolvimento foi o Digicash, um modelo de dinheiro digital que tinha alguns aspectos a serem melhorados, incluindo o «gasto duplo», ou seja, a possibilidade de registrar a mesma moeda duas vezes. Satoshi Nakamoto resolveu esses tipos de problemas ao criar o bitcoin.

Uma breve história do bitcoin

18 de agosto de 2008: o domínio bitcoin.com é registrado.

31 de outubro de 2008: Satoshi Nakamoto publica o White Paper que é a base para sua criação.

3 de janeiro de 2009: o primeiro bloco (o bloco gênesis) é minerado por Satoshi Nakamoto.

22 de maio de 2010: ocorre um acontecimento muito importante: Laszlo Hanyecz realizou o primeiro pagamento com bitcoins. Ele comprou duas pizzas na popular cadeia Papa John’s, pelas quais pagou 10.000 BTC (naquela data, um bitcoin equivalia a $0,003 dólares). Desde então, nesse dia de maio, é comemorado o chamado «Bitcoin Pizza Day”.


bitcoin Laszlo Hanyecz cryptoconexion
Laszlo com sua primeira pizza comprada com bitcoins.

Novembro de 2021: ocorre um dos maiores aumentos no preço do bitcoin, chegando a 67.000 dólares.

Blockchain Bitcoin

Bitcoin (com inicial maiúscula) é a blockchain na qual a criptomoeda opera.

Trata-se de um livro-razão distribuído onde todas as transações realizadas com bitcoin são registradas.

Através da mineração, todas as transações dos blocos são validadas e para gerar mais bitcoins, são realizados cálculos matemáticos complexos. Pela validação de cada bloco, o minerador recebe uma recompensa, que consiste nas taxas pagas pelos usuários nas transações que compõem o bloco, além de 6.25 BTC (em 2023) por cada bloco minerado.

Essa tecnologia blockchain tem um valor digital muito importante. Por ser uma base de dados criptografada, pode armazenar qualquer informação, desde bitcoins até dados relacionados a transações, informações de contratos, tudo o que você possa imaginar. No entanto, uma de suas desvantagens é -sem dúvida- o alto consumo de energia necessário para o processo de mineração. Esse é um dos motivos pelos quais estão sendo desenvolvidas outras tecnologias blockchain, como o Ethereum, que em setembro de 2022 migrou seu protocolo de PoW (Proof of Work – Prova de Trabalho) para PoS (Proof of Stake – Prova de Participação) para reduzir esse consumo em 99.9%.

Características técnicas básicas

O protocolo de consenso utilizado por esta tecnologia blockchain é a Prova de Trabalho (PoW). A emissão de BTCs é limitada. No máximo, serão emitidos 21 milhões de bitcoins, o que significa que se estima que o último bitcoin será minerado em 2140. A unidade mínima em que um bitcoin pode ser dividido é chamada de satoshi e equivale a 0,00000001 bitcoin.

Usos

A criptomoeda Bitcoin tem uma infinidade de usos, entre os quais se destacam:

  • Realização e recebimento de pagamentos: Possibilidade de efetuar pagamentos em algumas empresas com bitcoins, utilizando diversas plataformas, incluindo opções conhecidas, como o PayPal – que desde março de 2021 já permite a realização de pagamentos com bitcoin. Em maio de 2021, mais de 15.000 negócios em todo o mundo aceitavam algum tipo de criptomoeda, e em setembro do mesmo ano, El Salvador definiu o bitcoin como moeda legal, tornando a criptomoeda aceita localmente nos negócios do país, incluindo McDonald’s e Starbucks. Em abril de 2022, a República Centro-Africana também aceitou o bitcoin como moeda de curso legal.
  • Geração de juros: É possível gerar juros sobre os bitcoins que você tem depositados em sua exchange, de forma semelhante a um depósito bancário.
  • Obtenção de crédito: Onde seus bitcoins são usados como garantia.

Vantagens

  • Liberdade de pagamentos: É possível enviar e receber dinheiro sem intermediários, de forma imediata e em qualquer parte do mundo.
  • Baixas taxas: O envio é realizado com taxas muito baixas ou sem nenhuma taxa.
  • Baixos riscos para os comerciantes: As transações são muito seguras e não contêm nenhum tipo de informação pessoal.
  • Segurança e controle: Como as operações não envolvem informações pessoais, os usuários têm total controle sobre seu dinheiro e transações. Por isso, nenhum comerciante pode realizar uma cobrança fraudulenta em uma conta de bitcoins.
  • Neutralidade e transparência: Todos os dados relativos às transações podem ser consultados na blockchain, e nenhuma pessoa pode manipular essas informações.

Mais informações:

Se você deseja aprofundar em algum tema sobre esta criptomoeda e sua blockchain, pode fazê-lo em sua página oficial aqui. Se quiser ver em tempo real as últimas transações, seu preço, notícias relevantes, etc., você pode fazê-lo aqui.

Gostaria de ler o White Paper? Baixe-o aqui (há versões disponíveis em português)

Comparte nuestro artículo:
LinkedIn
Facebook
Twitter
Reddit
Telegram
WhatsApp
Email
Más sobre:

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Este sitio esta protegido por reCAPTCHA y laPolítica de privacidady losTérminos del servicio de Googlese aplican.

El periodo de verificación de reCAPTCHA ha caducado. Por favor, recarga la página.

Te puede interesar